fbpx

Ligia Posser

Pirita, a pedra dos ciganos.

Também conhecida como “ouro dos bobos”, a Pirita era uma  pedra muito querida e utilizada pelos ciganos, principalmente quando iam desenvolver algum negócio ou vender algo. 

Eles acreditavam  que a pedra ajudava a estimular as pessoas a decidirem e comprarem;  assim, vendiam mais facilmente se tivessem uma Pirita junto ao corpo. 

As ciganas utilizavam as Piritas em pulseiras e tornozeleiras, e  também confeccionavam com essas pedras pequenas correntes artesanais e as colocavam sob a forma de coroas pendentes sobre a testa,  acima das sobrancelhas, ou ainda as prendiam em argolas e as costura vam nos coloridos lenços que usavam na cabeça. 

Usavam também as Piritas como escudos protetores energéticos,  afastando todos os perigos e o mal, pois acreditavam que tudo que  brilha reflete de volta, como uma forma de espelhamento, e as Piritas  funcionavam dessa forma. Se alguma energia negativa fosse acionada  em direção à pessoa, o brilho das Piritas a refletia de volta para quem  a emitira. 

Daí a crença de que usar roupas e acessórios brilhantes, com  muita refração de luz, é uma forma de proteger-se de qualquer fluido  negativo que porventura seja emitido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tem alguma dúvida?
Tem alguma dúvida?